• Inglês
  • Espanhol
Gestão de celulares corporativos

Gestão de celulares corporativos: sua empresa já usa essa estratégia?

A tecnologia está em todos os lugares, seja nos momentos de lazer ou também no ambiente profissional. Um item em especial costuma ser protagonista em cada um desses cenários e é muito conhecido: o celular. No entanto, no caso das empresas, não ter um controle eficiente, fácil e automatizado desses dispositivos pode ser a diferença entre a tecnologia que traz sucesso e aquela que auxilia no fracasso. Veja como a gestão de celulares corporativos pode alavancar o seu negócio.

O que é a gestão de celulares corporativos

A gestão de celulares corporativos (ou MDM – Mobile Device Management, na sigla em inglês) não é algo novo. Hoje, até mesmo fabricantes de aparelhos apostam na tecnologia de gestão. Presente já há alguns anos tanto no Brasil quanto, principalmente, no exterior, essa estratégia nasceu quase juntamente ao próprio uso de aparelhos móveis nas empresas.

De forma geral, trata-se de controlar, administrar e, em muitas casos, configurar smartphones e tablets remotamente e massivamente. O objetivo é garantir que eles sejam usados da forma correta para aumentar a eficiência da empresa – e sem gerar distrações ou aumento da demanda de suporte. Isso pode ser feita de diversas formas, com maneiras mais “manuais” (planilhas, documentos etc.) ou, principalmente, e com mais eficiência, através de ferramentas tecnológicas.

Com o gerenciamento de dispositivos móveis uma empresa consegue ter um controle preciso de quais são os aparelhos que utiliza, como são utilizados e, ainda, efetua configurações e padronizações. E essas são apenas alguns dos benefícios que a gestão de celulares corporativos pode trazer para o seu negócio.

Porque é uma estratégia fundamental para o seu negócio

Utilizar celulares, smartphones e tablets para efetuar processos dentro de uma corporação – que podem ser simples ou complexos, internos ou feitos por equipes de campo – agiliza e facilita as atividades. O que antes demandava muito trabalho, envolvia diversos canais de comunicação e passava por etapas burocráticas, agora pode ser resolvido com alguns toques no smartphone.

Ou seja, a primeira grande vantagem que a gestão de celulares corporativos proporciona é mais agilidade e eficiência nos processos organizacionais, mas também há um aumento de produtividade. Isso porque, quando feita através de uma ferramenta MDM, esse controle permite uma série de configurações, restrições e condições de uso que maximizam a eficiência dos colaboradores e reduzem as distrações e, além disso, que podem ser feitas de forma massiva (em vários dispositivos de uma só vez).

Por exemplo, é possível bloquear aplicativos, liberar acesso a apenas alguns sites pré-estabelecidos, controlar a realização de chamadas e até mesmo restringir um período (que pode englobar dias da semana e/ou horários específicos) em que os aparelhos poderão ser utilizados.

Outra grande vantagem estratégica que a gestão de celulares e tablets empresariais oferece é a capacidade de manter os dados corporativos em segurança. Por meio de um serviço de MDM, uma companhia consegue, de forma online, enviar arquivos e também apagar os dados dos dispositivos caso necessário – na ocorrência de furtos e/ou perdas, por exemplo. Isso proporciona muito mais autonomia, transparência e segurança no envio, armazenamento e acesso de dados e arquivos relevantes para o negócio.

Apenas com esses reflexos positivos, já é possível afirmar que um gerenciador de dispositivos traz retorno financeiro porque ajuda a aumentar a produtividade – e, consequentemente, o lucro – de uma empresa. Além disso, uma gestão eficiente de aparelhos móveis também auxilia na redução de gastos.

Como é possível verificar, em tempo real, dados como consumo de bateria, tráfego de dados móveis e capacidade de armazenamento dos aparelhos, um gerenciador de dispositivos corporativos possibilita identificar falhas, excessos e carências.

Assim, a gestão da empresa consegue, por exemplo, renegociar o plano de dados ou repensar a compra de aparelhos (dando preferência por modelos mais duráveis, por exemplo) e, assim, ser mais estratégica e assertiva em seus investimentos. Nesse aspecto também atua o bloqueio de aplicativos: impedir que apps não essenciais para o negócio consumam dados reduz muito o volume de de consumo.

Caso a sua empresa tenha carências nesses aspectos ou deseje ter ainda mais eficiência, produtividade e economia no uso de celulares/tablets, então está na hora de fazer a gestão dos dispositivos móveis corporativos.


banner 5 argumentos para justificar o investimento na gestão de dispositivos móveis

Como fazer a gestão de celulares corporativos

A maneira mais prática e eficiente de fazer o controle dos aparelhos móveis de uma companhia é contar com uma ferramenta de MDM online como a da Pulsus, por exemplo. Dessa forma, é possível realizar a gestão dos dispositivos de forma massiva (em vários ao mesmo tempo), remota (só é preciso um navegador e conexão à Internet) e segura.

Todas as configurações dos aparelhos e a visualização dos dados ocorre na plataforma online. Com interface intuitiva, ela pode ser operada por um gestor – que pode ser alguém do departamento de TI ou o líder da equipe que utiliza os celulares/tablets. A plataforma funciona conectada, via Internet, com o agente (um aplicativo) instalado em cada um dos aparelhos. Após essa instalação inicial, todas as configurações e restrições podem ser feitas de forma remota e online, em tempo real.

Para saber mais sobre como a gestão de celulares corporativos pode ajudar a sua empresa e entender como a ferramenta funciona na prática, você pode testar a solução MDM da Pulsus gratuitamente por 15 dias. É só clicar no botão abaixo!


Teste grátis o gerenciador Pulsus!