• Inglês
  • Espanhol
gerenciamento de dispositivos móveis corporativos

Gerenciamento de dispositivos móveis corporativos: tudo o que você precisa saber

Usar smartphones e tablets para realizar atividades no trabalho é uma prática cada vez mais normal. Isso ajuda a aumentar a produtividade, oferece mais agilidade e ainda possibilita automatizar tarefas. No entanto, para garantir esses benefícios, é preciso realizar o gerenciamento de dispositivos móveis corporativos.

É aí que muitas dúvidas surgem na cabeça de quem está pensando em adotar ou até mesmo já utiliza aparelhos móveis em sua empresa – através da chamada mobilidade corporativa. Para acabar com essas questões e ajudar você a entender tudo sobre gerenciar dispositivos móveis, preparamos esse guia completo sobre o assunto!

O que é o gerenciamento de dispositivos

Começando do princípio: o que é o gerenciamento de dispositivos móveis. Trata-se de uma prática de administração dos ativos de uma empresa (nesse caso, smartphones, tablets e até mesmo notebooks) que visa garantir o bom funcionamento dos aparelhos.

O gerenciamento de celulares e tablets corporativos, portanto, está geralmente ligado ao departamento de TI e à gestão de uma empresa. Através dele, é possível ter uma série de recursos relacionados ao controle, acompanhamento de performance, suporte e até visualização de dados e relatórios de uso dos dispositivos móveis corporativos.

Dessa forma, o gerenciamento permite que uma empresa obtenha mais recursos de segurança de dados, rastreio dos aparelhos, atualização e instalação de aplicativos, entre outras funcionalidades.


banner tudo o que você precisa saber sobre dispositivos móveis

E como ele surgiu

Essa estratégia veio da necessidade de administrar os equipamentos móveis que rapidamente se tornavam mais presentes nas empresas. Gestores identificaram a demanda por uma ferramenta que possibilitasse que colaboradores usassem os aparelhos para fins empresariais e que evitasse distrações e o mau uso dos dispositivos.

Esse contexto especialmente presente no mercado americano fez com que surgisse no país o Mobile Device Management – MDM (ou seja, o gerenciamento de dispositivos móveis).

No início operando de forma mais simples, o gerenciamento atuava principalmente na proteção de dados corporativos. Além disso, era preciso que a instalação do serviço – que ocorre através de um aplicativo – fosse feita de forma individual e presencial.

Por isso, ainda em seu princípio o serviço de MDM enfrentou barreiras e não atingiu grande parte das empresas que usavam celulares e tablets. Muitas vezes, elas optavam por soluções pensadas para aparelhos de uso pessoal ou até mesmo não gerenciavam de forma alguma os dispositivos.

Com o avanço da tecnologia, da rede de internet móvel e também dos próprios dispositivos móveis e das ferramentas de MDM, todas essas barreiras hoje já não existem. Dessa forma, hoje o gerenciamento já é uma solução amplamente adotada e que se adapta às mais diversas necessidades de empresas de variados segmentos.

Para que serve o gerenciamento de aparelhos móveis corporativos

O principal objetivo dessa prática é proporcionar agilidade, facilidade e segurança na utilização, bem como na configuração e gestão, dos dispositivos móveis corporativos. Devido à sua natureza, o gerenciamento também é muito útil para evitar uso indevido do celular corporativo.

O gerenciamento de dispositivos é ideal para empresas que desejam agilizar o processo de gestão, configuração, atualização e distribuição dos seus celulares e tablets. Ele serve para garantir que o inventário de aparelhos esteja sempre atualizado, que os equipamentos tenham todos os apps e arquivos necessários e que esses dados estejam seguros.

Portanto, o grande propósito dessa estratégia é facilitar o uso de smartphones e tablets no ambiente corporativo. Por exemplo, imagine que a sua empresa conta com diversos aparelhos em variados setores e precisa ter um controle atualizado, rápido e seguro desses dispositivos.

Nessa situação, realizar configurações, atualizações e manutenções de forma individual e presencial (ou seja, ter que recolher os aparelhos e encarregar o setor de TI desse processo todo manualmente) demandaria muito tempo, energia e recursos.

Além disso, impactaria diretamente na produtividade dos colaboradores que ficariam sem seus dispositivos enquanto isso tudo é efetuado.

Justamente para evitar isso, uma empresa pode utilizar uma ferramenta de MDM, que permite que todas essas ações sejam feitas de forma massiva (em diversos aparelhos simultaneamente) e online (sem precisar ter os celulares e tablets em mãos).

Outro recurso muito útil é conseguir agendar tais atividades para horários em que os dispositivos não são usados no expediente de trabalho – e, assim, não afeta a produtividade das equipes.


banner guia de gerenciamento dos dispositivos móveis

Como funciona o gerenciamento

Ok, mas como isso é feito na prática? O gerenciamento de dispositivos móveis ocorre, geralmente, através de dois softwares: um aplicativo, chamado de agente, que é instalado nos aparelhos e uma plataforma online de gestão desses aparelhos.

Algumas empresas oferecem apenas uma parte da solução (somente o agente ou, então, a plataforma de gerenciamento), mas o ideal é contar com a ferramenta completa. Assim você tem mais autonomia e facilidade para utilizar os softwares e também conta com suporte completo caso ocorram dúvidas ou problemas.

Para usar uma ferramenta de MDM, é preciso primeiro instalar o agente em todos os aparelhos da sua empresa que serão gerenciados. Na maioria dos casos, isso pode ser feito via lojas de apps ou através do site da empresa que oferece a solução de MDM.

Depois de instalado, o aplicativo permite que os gestores dos aparelhos acessem a plataforma online e efetuam as configurações, personalizações e restrições necessárias para que os dispositivos sejam aproveitados da melhor forma possível pelos colaboradores da empresa.

Essa plataforma funciona com cloud computing, portanto só é necessário um computador com acesso à Internet para utilizá-la. E ainda assim, caso não haja conexão, é possível usar a ferramenta por até uma semana e, no momento em que a conexão for restabelecida, os aparelhos sincronizam seus dados novamente com a plataforma online.

Além disso, esse tipo de ferramenta cada vez mais conta com design moderno e proporciona uma experiência de uso amigável e fácil.

É dentro da plataforma online que são executados os recursos que podem ajudar a sua empresa a tirar o melhor proveito da ferramenta de MDM. A gestão de dispositivos móveis permite funcionalidades como:

  • fazer o inventário online em tempo real e massivo dos aparelhos corporativos;
  • personalizar a tela inicial dos dispositivos;
  • bloquear o uso de apps indesejados;
  • instalar e atualizar apps remotamente;
  • enviar arquivos e criar pastas nos aparelhos de forma remota;
  • visualizar a localização dos smartphones e tabletes em um mapa em tempo real;
  • bloquear e/ou apagar os dados dos aparelhos (em caso de furto ou perda, por exemplo);
  • permitir que sejam acessados apenas sites liberados pelos gestores dos dispositivos;
  • definir um horário de funcionamento (por exemplo, no período de expediente) em que os aparelhos funcionam – e fora dele, eles ficam indisponíveis;
  • ativar o modo motorista, que bloqueia apps de acordo com a velocidade de deslocamento dos aparelhos, habilitando somente o GPS;
  • visualizar relatórios e dados de performance dos celulares e tablets, como espaço de armazenamento, nível de bateria, utilização da memória RAM, entre outros.

Esses recursos podem variar de acordo com a empresa que presta o serviço de MDM. Por exemplo, no caso da Pulsus, líder no mercado, tudo isso pode ser feito de forma simples e rápida, com apenas alguns cliques. Dessa forma, não apenas o setor de TI, mas também outras áreas da empresa podem realizar o gerenciamento de dispositivos móveis corporativos facilmente.

As vantagens que gerenciar dispositivos traz para a sua empresa

Agora você já sabe o que é o gerenciamento de dispositivos, como ele surgiu, de que forma pode ser feito e os recursos que uma solução MDM oferece. Mas, na prática, o que essa estratégia traz de retorno e benefícios para o seu negócio?

Os reflexos positivos que o MDM gera nas empresas podem ser classificados em três aspectos principais: produtividade, facilidade e economia. É dessa forma que o gerenciamento de dispositivos móveis corporativos traz retorno financeiro para o seu negócio.

Produtividade

O primeiro pilar está focado em fazer com que os colaboradores consigam trabalhar melhor, realizando as tarefas com mais qualidade, atenção e, consequentemente, produzindo mais em menos tempo.

Isso ocorre devido a diversos fatores ligados ao gerenciamento de dispositivos móveis corporativos. O primeiro vem da própria natureza dos aparelhos, que oferecem mais agilidade e dinamismo para as atividades – por exemplo, em atendimentos externos ou em atividades que demandam deslocamento.

Além disso, com uma ferramenta MDM a sua empresa pode ter a certeza de que seus aparelhos têm todos os aplicativos e configurações pertinentes para o melhor uso. Ou seja, não há dispositivos com configurações distintas, sem espaço de armazenamento disponível ou sem arquivos vitais para as atividades do setor.

Isso ocorre com a instalação e a atualização remotas de aplicativos, pelo envio de arquivos remotamente. Além disso, a capacidade de bloquear apps indesejados faz com que os colaboradores não se distraiam com outros aplicativos (por exemplo, redes sociais) e consigam produzir mais.

Isso, ao mesmo tempo, faz com que os celulares e tablets possuam performance aprimorada (pois não contam com diversas aplicações desnecessárias) e vida útil prolongada.

Facilidade

A facilidade é também um dos grandes trunfos de gerenciar aparelhos móveis corporativos. Com essa solução, fica muito mais fácil atualizar, rastrear, bloquear, configurar e distribuir os dispositivos da sua empresa.

Não é preciso manusear os aparelhos individualmente nem ter muito conhecimento sobre sistemas operacionais, fabricantes, versões de softwares ou mesmo de tecnologia mobile como um todo. Tudo é feito de forma intuitiva e simples através da plataforma online, o que facilita muito o gerenciamento dos celulares e tablets.

Já o uso dos dispositivos em si também se torna menos complexo e mais direto com uma ferramenta MDM. A capacidade de personalizar a tela inicial, instalar e atualizar apps remotamente e de enviar arquivos de forma online faz com que a utilização no dia a dia seja descomplicada.

Você pode deixar todos os aplicativos necessários (sempre atualizados) na tela inicial do aparelho, e assim os usuários só precisam se preocupar em realizar sua tarefas, e não perdem tempo procurando programas, atualizando softwares e configurando os equipamentos.

Economia

Esse último aspecto é um reflexo dos outros dois. Isso porque o gerenciamento de dispositivos evita que recursos como os dados de Internet móvel, por exemplo, sejam usados para atividades que não as corporativas. Assim, sua empresa economiza nesse sentido.

Além disso, por meio do acompanhamento em tempo real e dos relatórios sobre a performance dos dispositivos, é possível prever a necessidade de substituir equipamentos, avaliar o custo benefício de um modelo comparado a outro e, assim, escolher o melhor.

Já a restrição na navegação e nos apps ajuda também e minimizar o risco dos celulares e tablets serem vítimas de vírus e outros softwares maliciosos. Isso ajuda a aumentar a vida útil dos equipamentos, e, portanto, reduz a frequência com que precisam ser substituídos – ajudando sua empresa a economizar.


banner 5 argumentos para justificar o investimento na gestão de dispositivos móveis

Quais os tipos de empresa que podem gerenciar smartphones e tablets

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o gerenciamento de dispositivos móveis não é algo somente indicado para empresas de tecnologia e/ou que possuem milhares de aparelhos em sua base. Essa falta de conhecimento é, inclusive, um dos motivos que frequentemente tornam difícil de convencer um gestor a usar o gerenciador de celulares e tablets.

Como o MDM é uma solução versátil e fácil de ser utilizada, ela se adapta às necessidades das empresas dos mais variados portes e segmentos. Basta que o seu negócio utilize dispositivos móveis em suas atividades que a ferramenta de gerenciamento de dispositivos será útil para a sua empresa.

Além disso, não é necessário contar com um departamento de TI robusto para fazer a gestão desses aparelhos. A solução MDM, especialmente no caso da Pulsus, oferece recursos intuitivos e fáceis de serem usados, que permitem uma série de automações que agilizam e facilitam a gestão. Dessa forma, apenas uma pessoa da equipe de TI consegue facilmente gerenciar dez, cem ou mil dispositivos.

Ou seja: o gerenciamento de dispositivos móveis corporativos é uma estratégia cada vez mais importante e presente nas empresas conforme os celulares e tablets se tornam peças chave em suas atividades.

Oferecendo mais produtividade para o uso dos aparelhos e facilidade no seu gerenciamento, o MDM é fundamental para empresas que buscam se diferenciar da concorrência e tirar o máximo do potencial de dispositivos móveis.