• Inglês
  • Espanhol
gerenciador de smartphone corporativo

Gerenciador de smartphone corporativo: como escolher o melhor para a sua empresa

Utilizar dispositivos móveis, como celulares e tablets, pode ajudar a sua empresa a ter muito mais produtividade e eficiência. Justamente por isso, o mercado já conta com diversas opções para quem busca um gerenciador de smartphone corporativo – o que pode causar dúvidas na hora de escolher o melhor. Pensando nisso, separamos algumas dicas do que você deve prestar atenção na hora de contratar um gerenciador de telefone corporativo para o seu negócio. Confira!

Qual a função de um gerenciador de smartphone corporativo

De forma geral, um gerenciador de smartphone empresarial é uma ferramenta que dá aos gestores (sejam de equipes específicas ou, então, de TI) autonomia sobre a forma como os aparelhos serão utilizados. O objetivo é maximizar os benefícios que um smartphone oferece e, além disso, evitar possíveis reflexos negativos (como aumento na demanda de suporte, redução na produtividade e quebra da segurança dos dados).

Ou seja: com um gerenciador de dispositivo móvel corporativo é possível definir configurações, estipular horários de uso, visualizar dados e fazer o inventário dos telefones/tablets, tudo de forma massiva, online e segura. Se você tem mais perguntas sobre como essa ferramenta funciona, confira o nosso post com as 10 dúvidas mais frequentes sobre gerenciamento de dispositivos móveis.


banner tudo o que você precisa saber sobre dispositivos móveis

O que saber na hora de escolher um gerenciador de celular corporativo

Antes de saber o que fará a diferença no gerenciador de aparelhos móveis, é preciso definir o que a sua empresa precisa. Afinal, de nada adianta vasculhar o mercado atrás de opções se você não sabe do que realmente necessita. Portanto, estipule com os colaboradores responsáveis e envolvidos no uso dos dispositivos móveis quais as soluções buscadas.

Por exemplo, é importante fazer a atualização remota de aplicativos? Contar com uma forma de bloquear smartphone corporativo e, além disso, saber a geolocalização dele são recursos essenciais? Conhecer a resposta para essas e outras perguntas pertinentes ao uso de aparelhos móveis pode guiar a sua procura por um gerenciador de smartphone e tablet corporativos.

O planejamento inicial será a base para definir quais as funcionalidades que a sua empresa precisa que o gerenciador escolhido possua. Esse pode ser considerado o primeiro passo. Depois de definir as funcionalidades, é preciso buscar uma ferramenta que tenha uso intuitivo e, por fim, ofereça recursos de segurança.

Funcionalidades

As funcionalidades nada mais são do que os recursos que a solução de gerenciamento de dispositivos móveis oferecerá para a sua empresa. Ou seja, são os comandos que, na prática, permitirão que a sua corporação organize, configure, monitore e avalie não apenas os aparelhos em si, mas também a forma como serão utilizados.

Dentre as principais funcionalidades que costumam fazer a diferença e que a sua empresa não pode abrir mão, estão:

  • ter um launcher (ou seja, a “tela inicial” do smartphone) personalizável;
  • restringir quais apps podem ser utilizados e até mesmo instalados;
  • definir um horário de funcionamento para o aparelho (por exemplo, somente durante o expediente de trabalho);
  • saber a geolocalização dos dispositivos;
  • enviar arquivos de forma remota para os smartphones.

Usabilidade

Agora imagine que você encontrou um gerenciador de smartphone corporativo repleto de funcionalidades incríveis e que atende a todas as necessidades da sua empresa – mas usá-lo é quase impossível. De nada adianta, certo? Por isso, outro ponto fundamental é ter atenção com a usabilidade da ferramenta.

Ou seja, é preciso que sua interface seja amigável, que as informações sejam claras, a navegação rápida e sem bugs e, além disso, que sua configuração e uso sejam descomplicados.

Para isso, uma grande dica é contar com uma ferramenta que opera na chamada nuvem – funciona online e não precisa ser instalada em nenhuma máquina. Esse tipo de software demanda apenas um navegador e conexão com a web.

Além da facilidade de uso, também é muito importante que o gerenciador permita que ações sejam tomadas de forma massiva. Dessa forma, é possível definir diversas configurações/restrições/ações para vários dispositivos simultaneamente. Isso automatiza processos e facilita a vida de quem administra os smartphones e tablets.

Segurança

Por fim, outro ponto fundamental na hora de contratar um serviço de gerenciamento de dispositivos móveis é pensar na segurança dos dispositivos e também das informações armazenadas neles.
É importante que você conte com um serviço que ofereça formas de localizar o aparelho em caso de perda/furto (através da geolocalização), de bloquear o smartphone/tablet para que não possa ser usado e, em casos mais extremos, até mesmo apagar completamente os dados armazenados no dispositivo.

Agora que você já sabe com o que prestar atenção na hora de contratar um serviço de gerenciador de smartphone corporativo, pode tomar uma decisão mais assertiva e, assim, contar com uma ferramenta que aumenta a produtividade da sua empresa. A Pulsus é referência no país fazendo oferecendo exatamente isso – e para conferir como, comece agora o teste gratuito por 15 dias da nossa ferramenta com todas as funcionalidades disponíveis!