• Inglês
  • Espanhol
gerenciador de dispositivo móvel

Entenda como o gerenciador de dispositivos móveis do Pulsus auxilia na automação da gestão

Uma empresa tem diversos perfis de usuários de tecnologia. Vendedores, executivos, assistentes administrativos, entregadores, motoristas, montadores de móveis, técnicos de manutenção e de rede são apenas alguns destes perfis. Cada perfil destes precisa de um conjunto de aplicativos e configurações específico nos seus dispositivos móveis corporativos para trabalhar no dia a dia. Todo o trabalho envolvendo estes dispositivos pode ser facilitado por um gerenciador de dispositivo móvel.

Mas você sabe, realmente, como esta tecnologia pode auxiliar na automação da gestão da sua empresa? É sobre isso que vamos falar neste post. Você vai descobrir como a sua empresa poderá tirar proveito da solução Pulsus para economizar gastos, ganhar produtividade e se tornar mais competitiva.

Gerenciador de dispositivo móvel na automação da gestão

O gerenciador de dispositivo móvel da Pulsus foi criado para ajudar você a fazer uma gestão completa dos smartphones e tablets da sua empresa. Uma das vantagens da tecnologia Pulsus é que ela permite que a sua companhia agrupe os seus diferentes usuários em perfis de uso.

A partir da criação desses padrões, é possível associar perfis a configurações pré-estabelecidas, e, assim, instalar/atualizar apps, configurar um launcher (tela do dispositivo que apresenta ou oculta aplicativos) e definir de que forma ocorre a distribuição de arquivos para cada um destes perfis de usuários.

Esta configuração cria uma espécie de template/blueprint que será replicado para todos os usuários de um determinado grupo. Por exemplo, após esta configuração, todos os vendedores ou motoristas da sua empresa terão em seus dispositivos uma mesma tela de fundo com o logo da empresa, um conjunto de aplicativos necessários para a execução do trabalho e a possibilidade de receber arquivos de forma massiva.

Este modo de operar do gerenciador de dispositivo móvel Pulsus permite a automação no sentido de que toda vez que um dispositivo novo entra no portfólio da empresa, automaticamente o gerenciador resolve o problema de ter que configurar manualmente todos os aparelhos.

Esta automação poderá fazer a diferença no desempenho do conjunto de usuários, já que todos têm as mesmas condições de trabalho e de registro de suas funções de forma ágil e acessível.

Além disso, realizar o gerenciamento de um dispositivo móvel reduz o tempo de trabalho da equipe de TI da empresa que, com esta automação, não precisa fazer manualmente a instalação, desinstalação e atualização dos aplicativos dos dispositivos móveis . Um ótimo exemplo disso é a empresa Infoco Distribuidora, cliente Pulsus que reduziu em 90% o suporte da equipe de campo que utiliza dispositivos móveis corporativos.

Com esta automação na instalação de aplicativos e de launchers feita pelo gerenciador de dispositivo móvel Pulsus você pode garantir que todos os seus entregadores terão o software que eles precisam para fazer o registro de uma entrega feita; que os profissionais de trade marketing terão o aplicativo que permite que eles tirem a foto de um ponto de venda; que os seus técnicos registrem a manutenção que eles fizeram em um determinado cliente e que todos os seus montadores tenham na palma das mãos todos os manuais de instrução de montagem dos produtos que são vendidos na sua loja. Ou seja: muito mais agilidade, praticidade e eficiência.

Outra vantagem desta configuração conjunta para usuários do gerenciador de dispositivos móveis é que toda vez que a empresa ganha corpo e aumenta o número de colaboradores (e aparelhos), a ferramenta da Pulsus padroniza os novos smartphones e/ou tablets seguindo a configuração anteriormente estabelecida de forma automática. Isso significa ainda mais economia de tempo da equipe de TI e rapidez na integração dos novos usuários.

Economia de tempo para a equipe de TI

A automação por perfis de usuários (grupos) economiza tempo da equipe de TI e também elimina o risco que sempre existe em instalações manuais. Desta forma a empresa evita, por exemplo, a instalação de aplicativos maliciosos e elimina as vulnerabilidades trazidas por aplicativos que não estão atualizados.

Além do controle sobre a instalação de apps, também é possível restringir ou liberar a execução de aplicativos de acordo com a situação/necessidade de uso.

Por exemplo, imagine um entregador de produtos da sua empresa ou um motorista que faz o transporte de um grande volume de mercadorias. Enquanto eles estão em trânsito, é importante que usem aplicativos como o Waze ou o Google Maps para percorrerem suas rotas. Ao mesmo tempo, é recomendável que eles não tenham acesso ao WhatsApp ou outros aplicativos de comunicação que podem lhes tirar a atenção do trânsito.

Isso é possível porque o gerenciador de aplicativos da Pulsus permite que você configure o launcher e os apps que este grupo de usuários (por exemplo, a equipe de motoristas) terá disponível conforme a velocidade de deslocamento deles. Essa função é viável através da geolocalização do dispositivo, que registra sua velocidade de locomoção.

Nesse caso, por exemplo, quando usuários passarem de 20 km/h, o WhatsApp e outros aplicativos de comunicação ficarão indisponíveis. Isso pode ajudar a evitar a perda de atenção, evitar acidentes e, consequentemente, ações contra a sua empresa.

A geolocalização também ajuda a sua empresa a verificar a rota de motoristas, entregadores, técnicos e de outros perfis de funcionários. Essa informação é útil para a sua empresa saber, por exemplo, se os roteiros estabelecidos para o dia estão sendo cumpridos.

O gerenciador de dispositivo móvel da Pulsus pode ser integrado com outros softwares que permitem, por exemplo, cruzar as informações geradas pela solução MDM com as de outros sistemas como BI (Business Intelligence).

Garantia de foco completo no trabalho

A automatização das configurações por usuário em um gerenciador de dispositivos móveis não garante apenas que todos os funcionários que desempenham determinada função tenham os mesmos recursos para trabalhar. Ela também restringe que eles não percam tempo com aplicativos desnecessários, o que traz outra vantagem: aumentar a vida útil do dispositivo.

Como o smartphone ou tablet não terá aplicativos desnecessários instalados – o Pulsus consegue, inclusive, desabilitar aplicativos de fábrica do aparelho e que não serão utilizados -, o consumo de bateria será reduzido e, portanto, o tempo que os aparelhos passam carregando, também.

A consequência disso é que os seus colaboradores terão uma jornada de trabalho mais produtiva. Testes em laboratório com dispositivos novos demonstraram que o Pulsus pode aumentar em muito a durabilidade das baterias de um smartphone.

Outra vantagem da automação da gestão dos dispositivos móveis corporativos trazida pela ferramenta da Pulsus é que ela ajuda a empresa a economizar com o custo do plano de dados.

Isso é feito porque os bloqueios de aplicativos não permitidos e as autorizações de uso dos smartphones e tablets somente em determinadas horas do dia e condições específicas (como baixar aplicativos e arquivos grandes apenas pela rede WiFi) reduz o número de apps consumindo dados.

Dessa forma, a gestão feita pelo gerenciador de dispositivo móvel da Pulsus significa, por um lado, aumento de produtividade das suas equipes e, por outro lado, redução de custos – tanto das horas da equipe de TI quanto do plano de dados corporativo.


Teste o gerenciador da Pulsos gratuitamente!