• Inglês
  • Espanhol
cultura data driven

Cultura data driven: o que é e porque sua empresa precisa adotar

O termo “cultura data driven” tem estado na moda e promete ser ainda mais presente em 2020. Mas você sabe o que é isso de fato e como implementar essa filosofia na sua empresa? Nesse post, você conhece o que é tomar decisões com base em dados e confere dicas para atualizar suas rotinas no trabalho!

O que é a cultura data driven

Como o nome sugere, a cultura data driven se trata de implementar uma cultura empresarial em que os dados e informações são a base da tomada de decisões.

Isso reflete em ações de todos os departamentos, que buscam sempre analisar dados, históricos, informações de clientes e do mercado para, assim, embasar estratégias e ações.

Embora seja comum achar que o data driven só possa ser usado no marketing, a verdade é que essa filosofia pode ser aplicada em uma companhia de forma geral.

Basta que o seu negócio tenha formas de coletar dados de diversas fontes, analisá-los e, assim, obter informação, conhecimento e insights por meio deles que, por sua vez, geram decisões mais assertivas.

Aplicando a cultura data driven na prática

Para alcançar esse patamar, claro, é preciso contar com ferramentas que possam organizar esses dados digitais, analisar padrões e identificar oportunidades.

Isso pode ser feito através de recursos como inteligência artificial, algoritmos, machine learning e outras ferramentas da ciência de dados, área do conhecimento que tem o objetivo de extrair conhecimento de dados estruturados e não estruturados.

Tudo isso, claro, precisa ser coletado, catalogado e organizado através de softwares e ferramentas voltadas para o data driven ou que tenham funcionalidades que incorporem essa mentalidade.

Mas somente isso não basta. O elemento humano é fundamental. Por isso, é importante que sua empresa não apenas tenha a tecnologia para a cultura data driven, mas também que os colaboradores possuam a mentalidade necessária para essa estratégia.

Assim, gestores e colaboradores conseguirão tirar o máximo proveito dessa filosofia, sabendo avaliar os dados, analisá-los de acordo com o contexto da empresa e do mercado e, assim, tomar as decisões mais produtivas para o seu negócio.

Data driven e mobilidade corporativa

Quando o assunto é o uso de dispositivos móveis corporativos, integrar uma mentalidade data driven maximiza os benefícios desses aparelhos e ajuda a entender melhor de que forma são usados – e como a gestão de celulares corporativos pode ser aprimorada.

O monitoramento mobile oferece uma série de informações valiosas sobre como é a utilização dos smartphones e tablets empresariais. Padrões de consumo de dados e bateria, disponibilidade de sinal de rede, uso de aplicativos, entre outras informações podem ser obtidas.

Isso acontece quando a empresa possui um software de gerenciamento de dispositivos móveis (MDM) que conta com funcionalidades e recursos capazes de armazenar, organizar e disponibilizar esses dados na forma de relatórios que geram inteligência de negócio.

Saiba mais: o que não fazer na mobilidade da sua empresa.

Agora você sabe o que é a cultura data driven e como ela é importante para fazer com que a sua empresa consiga aproveitar muito mais os dados que coleta e saiba como transformá-los em informação útil para decisões mais assertivas.