• Inglês
  • Espanhol
convencer gestor a adotar uma solução de MDM

10 motivos para convencer seu gestor a adotar um gerenciador de dispositivos móveis

Através da gestão de dispositivos móveis, uma empresa pode contar com diversos benefícios no seu dia a dia. Desde aumentar a produtividade dos colaboradores até automatizar tarefas que antes levavam horas, essa estratégia pode ser o grande diferencial positivo de uma corporação. No entanto, às vezes é difícil mostrar isso para os seus gestores. Para lhe ajudar nessa tarefa, separamos 10 motivos infalíveis para justificar o investimento em um gerenciador de aparelhos móveis corporativos

10 benefícios de um gerenciador de dispositivos móveis corporativos

Por meio de uma ferramenta de Mobile Device Management (MDM, na sigla em inglês), sua empresa pode ter mais eficiência e economia em diversos setores, solucionando alguns problemas comuns que surgem no uso de smartphones e tablets no ambiente profissional.

Abaixo você confere 10 dos principais benefícios que a gestão de dispositivos móveis oferece ao seu negócio e mostram como o MDM traz retorno financeiro. Para complementar seus argumentos, confira também como encaixar um gerenciador de dispositivos no orçamento da empresa.

1) Aumentar a produtividade

Empresas que fazem uso da mobilidade corporativa – ou seja, contam com celulares e tablets dentro das suas atividades -, já notam um aumento considerável de produtividade. Isso porque esses aparelhos oferecem mais agilidade e versatilidade nas atividades do cotidiano.

Porém, o gerenciamento dos dispositivos pode maximizar esse benefício e, de quebra, reduzir possíveis distrações ou impecilhos. Por exemplo, você pode atualizar apps de forma remota e massiva, enviar arquivos e personalizar a tela inicial dos aparelhos para que, assim, os colaboradores tenham sempre as ferramentas necessárias para um bom trabalho com rapidez e eficiência.

2) Reduzir custos

Por meio da gestão de dispositivos móveis é possível, também, otimizar os investimentos com a infraestrutura da mobilidade corporativa e, assim, reduzir custos. Através de uma ferramenta de MDM sua empresa consegue monitorar informações como consumo de dados de Internet, performance dos aparelhos, espaço de armazenamento, entre outros.

Assim, uma corporação é capaz de perceber, por exemplo, que o plano de dados contratado pode ser reduzido, ou que determinado modelo de aparelho possui uma vida útil maior, o que ajuda a diminuir os gastos com equipamentos.

Além disso, no caso da solução MDM da Pulsus, é possível restringir o uso de apps. Isso ajuda a diminuir o consumo de dados de Internet e poupa os recursos de hardware do celular/tablet (que utiliza menos espaço de armazenamento e poder de processamento em diversos apps).

3) Evitar o mau uso dos aparelhos

Ainda que representam um grande avanço tecnológico para as empresas e atuem como ferramentas valiosas para os colaboradores, nem tudo são flores quando o assunto é smartphones e tablets corporativos. Por vezes, pode ocorrer de os equipamentos serem utilizados de forma equivocada – seja isso intencional ou não.

Com o gerenciamento dos dispositivos, esse tipo de situação é evitada. A solução de MDM apresenta recursos como a restrição de apps, só permitir acesso a sites liberados pelo administrador da ferramenta, acompanhamento dos aplicativos mais usados e também de quais apps consomem dados de Internet.

Outro recurso que auxilia nesse aspecto é que toda a configuração dos dispositivos (personalização da tela inicial, instalação e atualização de apps, envio de arquivos e até mesmo o horário em que os aparelhos serão usados) pode ser definida de forma remota. Dessa forma, sua empresa garante que os smartphones e tablets estejam sempre apropriados para o uso corporativo e evita que algum colaborador acabe prejudicando a performance dos equipamentos por não saber efetuar alguma configuração, por exemplo.

4) Redução das despesas com aparelhos

Quando os dispositivos são utilizados de forma produtiva e sem mau uso, e os recursos aplicados a eles (por exemplo, o pacote de dados de Internet) estão otimizados, o resultado geral é esse: sua empresa tem um custo menor com os smartphones e tablets.

Além dessa redução geral, o tempo de substituição dos dispositivos também diminui e a demanda por suporte se torna menos frequente. Ou seja, a economia também se amplia para setores como o administrativo, que não precisa investir tanto em novos smartphones/tablets, e a TI, que passa menos tempo se preocupando com os aparelhos e pode se concentrar em outras tarefas.

5) Automação de processos

E a equipe de TI não se beneficia apenas com a redução das demandas de suporte e reparo dos dispositivos, mas também na configuração e manutenção dos aparelhos. Uma ferramenta de MDM permite que diversas atividades sejam feitas de forma massiva e automática, como, por exemplo, atualizar e instalar apps.

Dessa forma, não é preciso ter contato com os aparelhos, atualizando aplicativos e realizando configurações manualmente e individualmente – o que toma tempo não apenas do setor de TI, mas também dos próprios colaboradores que não podem utilizar os dispositivos durante esse período.

Além disso, no caso da solução de MDM da Pulsus, é possível agendar um horário para que essas atualizações ocorram (por exemplo, fora do expediente de trabalho) e também se devem acontecer quando o dispositivo está conectado a uma rede Wi-Fi ou de Internet móvel.

6) Segurança dos dados corporativos

Mas não basta ajudar na produtividade das equipes e otimizar o investimento de uma empresa. O gerenciamento de dispositivos móveis também tem importante papel na segurança dos dados corporativos. Evitar que informações sejam vazadas, perdidas ou mesmo compartilhadas de forma equivocada são benefícios diretos de uma ferramenta de MDM.

Isso ocorre por meio de recursos como a geolocalização, que permite saber onde o dispositivo está, do bloqueio do dispositivo (que só funcionará caso uma senha seja inserida) e da opção de apagar remotamente todos os dados armazenados no smartphone/tablet.

7) Reduzir riscos de vulnerabilidade

Além de evitar que as informações corporativas sejam acessadas por pessoas indevidas, um gerenciador de dispositivos móveis ainda conta com outras funcionalidades, como a restrição de apps, que evita que softwares maliciosos sejam instalados nos smartphones/tablets.

Isso, juntamente com a gestão feita de forma massiva e online e com o envio de arquivos remotamente, reduz as chances de que um programa espião ou um vírus acabe infectando os aparelhos da sua empresa.

8) Análise de dados que embasam decisões assertivas

A ferramenta de MDM da Pulsus funciona através de dois softwares: o aplicativo de gerenciamento, que é instalado nos smartphones e tablets, e a plataforma online de gestão, que fica na nuvem (você só precisa de um navegador e conexão com a Internet para acessar).

É na plataforma que a pessoa responsável pela gestão dos aparelhos pode visualizar uma série de informações e baixar relatórios. Dados como consumo de dados, nível de bateria, geolocalização, disponibilidade de memória, aplicativos instalados, e também o inventário geral dos dispositivos. Todos esses dados podem embasar decisões estratégicas para o seu negócio, ajudando a otimizar investimentos, planejar ações e identificar oportunidades de crescimento e problemas que precisam ser resolvidos.

9) Amenizar riscos legais

Horas extras em excesso, trabalho fora do expediente ou mesmo questões trabalhistas mais sérias podem, por vezes, ocorrerem no caso de empresas que atuam com smartphones e tablets corporativos. Afinal, os colaboradores muitas vezes têm os aparelhos consigo mesmo em casa, e responder aquela mensagem ou atender a uma ligação pode, sim, configurar em hora extra.

Uma maneira de evitar que isso aconteça – seja proposital ou acidentalmente – é utilizando a ferramenta de MDM da Pulsus. Nossa solução conta com uma funcionalidade que permite estabelecer um período no qual os dispositivos podem ser usados (por exemplo, de segunda à sexta, das 9h às 18h). Assim, não é possível utilizar o aparelho além do estipulado pela empresa.

10) Padronização dos dispositivos

Por fim, um problema bastante frequente que costuma afetar até empresas mais experientes e que utilizam da mobilidade corporativa há bastante tempo é a falta de padrão entre esses aparelhos. Diversos apps instalados, diferentes toques e papéis de parede e configurações variadas dentre dispositivos da mesma área são alguns exemplos recorrentes.

Essa questão é facilmente resolvida com uma ferramenta de gerenciamento de dispositivos móveis. Com ela, é possível se assegurar que todos os aparelhos terão os mesmos apps e configurações, até mesmo a mesma tela inicial (o launcher), que pode ser personalizada com as cores ou logomarca da sua empresa, por exemplo.


banner 5 argumentos para justificar o investimento na gestão de dispositivos móveis

Agora você já sabe por que é tão importante contar com uma ferramenta de gerenciamento de dispositivos móveis – e também como convencer a diretoria da sua empresa a apostar nisso!

Mas qual empresa contratar? A Pulsus é a líder do mercado no Brasil e referência quando o assunto é MDM. Para provar isso na prática, você pode fazer o teste grátis da nossa solução – com todas as suas funcionalidades – clicando no botão abaixo!


Faça o teste grátis!