Saiba como a tecnologia do Pulsus atua no rastreamento de dispositivos corporativos

O rastreamento de dispositivos corporativos é fundamental para diferentes perfis de usuários e de empresas. Se a sua companhia atua com vendas, entrega de produtos ou prestação de serviços, provavelmente você sabe do que estamos falando. Ele é importante tanto para identificar rotas realizadas pela equipe como para acionar profissionais mais próximos de uma localidade para atendimento. Mas você sabe como a tecnologia desenvolvida pelo Pulsus pode ajudar a sua empresa na gestão e na localização de dispositivos corporativos?

O agente que faz o rastreamento de smartphones e tablets corporativos no Pulsus, criado pela MDM Solutions, é instalado nos dispositivos que serão monitorados. Ele funciona 100% do tempo para garantir a gestão e as informações de geolocalização que podem ser vitais para o seu negócio.

Como você pode configurar o rastreamento de dispositivos corporativos no Pulsus

O rastreamento de dispositivos corporativos do Pulsus permite que você configure o tempo de captura das informações de geolocalização de cada grupo de dispositivos – esta última é a prática mais comum.

Sem a configuração feita pela empresa, por definição, a captura das informações é feita pelo Pulsus a cada 15 minutos. Mas dependendo do perfil do usuário e do interesse da empresa, esta configuração pode ser alterada para 1 minuto, 5 minutos, 30 minutos, o que for mais conveniente e estratégico para os negócios.

Por exemplo, para você ter um rastreamento de dispositivos corporativos adequado de uma equipe de entregadores que trabalha com motos, a captura de informações terá que ser menor que os 15 minutos previstos na configuração inicial. Talvez seja interessante, neste caso, configurar a captura para 1 minuto.

O mesmo vale para motoristas que percorrem longas distâncias em estradas. Pode ser interessante registrar as informações sobre a localização dos dispositivos deles a cada 5 minutos, desde que eles tenham carregadores veiculares para garantir que a bateria dure o dia inteiro. Mas vale ressaltar que quanto menor o tempo de captura do GPS de cada aparelho, maior o consumo de bateria.

Feita a configuração, o Pulsus vai registrar a localização de cada dispositivo respeitando os intervalos frequentes configurados para cada perfil de usuário. A cada período de sincronização os dados de localização, velocidade, precisão da localização, a operadora de telefonia celular, a tecnologia de internet que está sendo utilizada e o nível do sinal da rede são enviados para o serviço de nuvem e ficam disponíveis para a empresa.

O próprio Pulsus disponibiliza um mapa que permite ver onde estão os funcionários (através dos dispositivos que eles estão utilizando) individualmente ou em grupo. Mas outra vantagem do serviço do Pulsus é que as informações obtidas com o rastreamento de dispositivos corporativos também podem ser integradas com outros sistemas – como os que utilizam BI (Business Intelligence).

Assim, é possível usar as informações obtidas pelo Pulsus para visualizar um mapa de frota e acompanhar onde estão os diferentes funcionários da sua empresa. Também é possível, através do relatório gerado pelo Pulsus, saber em que velocidade os seus colaboradores estão se deslocando.

Com os dados de nível de sinal dos dispositivos a empresa pode saber, por exemplo, que operadoras têm maior dificuldade de oferecer um serviço de qualidade em um determinado bairro, cidade ou região.

Algumas vezes a margem de erro da informação, por problemas de GPS, chega a ser de dois ou três quilômetros. Esse tipo de dado pode ajudar a companhia fazer escolhas melhores em relação aos fornecedores do serviço de telefonia e de pacote de dados.

O rastreamento de dispositivos corporativos pode ajudar a empresa na tomada de decisões e na definição da melhor estratégia para as suas equipes a partir destes e de outros dados fornecidos pelos dispositivos móveis.

 

Posts relacionados: