Como funciona o gerenciamento de aplicativos com o Pulsus

Se a sua empresa trabalha com muitos dispositivos móveis corporativos e este é um ativo vital para o seu negócio, você já deve ter pensado em adotar um gerenciador de smartphones e tablets (MDM – Mobile Device Management). Este tipo de tecnologia apresenta uma série de vantagens, incluindo o gerenciamento de aplicativos nos dispositivos móveis corporativos (ou MAM – Mobile Application Management). Se você está procurando uma solução destas no mercado, conheça melhor o software Pulsus.

Como funciona o gerenciamento de aplicativos do Pulsus

O Pulsus tem um menu específico para facilitar a gestão de aplicativos das equipes da sua empresa. Neste menu, criado para o gerenciamento de aplicativos, você pode subir o arquivo instalador do app de interesse (com extensão .apk, para Android, ou .ipa para iOS) e determinar, na sequência, quais grupos de dispositivos deverão receber aquele aplicativo.

Esta solução permite, por exemplo, que a sua empresa distribua um único aplicativo ou atualização de forma massiva, remota e rápida. Uma outra vantagem de subir o arquivo instalador do app no Pulsus é que você deixa de depender da Google Play e da ação (download/instalação) dos usuários.

Como consequência, sua empresa consegue melhorar a segurança dos smartphones e tablets ampliando o controle sobre o que é utilizado nos aparelhos e evitando, por exemplo, aplicativos maliciosos ou versões de aplicativos desatualizadas.

Além disso, adotando o Pulsus você consegue economizar tempo de suas equipes e também dinheiro com os gastos com o pacote de dados da sua empresa. A economia surge com as configurações de atualização (somente por wifi ou wifi+rede de dados) e no bloqueio de aplicativos que não são de interesse para o trabalho cotidiano das equipes da sua empresa.

Logo, o gerenciamento de aplicativos permite que você administre os apps que podem ser utilizados pelos diferentes perfis de usuários da sua companhia. Enquanto alguns aplicativos são importantes para vendedores, outros são indispensáveis para motoristas ou entregadores.

Outra prática recomendada para o aumento da eficiência da sua empresa é que o gerenciamento de aplicativos seja utilizado para determinar em que horários e condições os apps deverão ser baixados e/ou utilizados. Desta forma você evita que um aplicativo importante para uma equipe de vendas, para uma equipe técnica ou de logística seja atualizado durante o expediente de trabalho, ou pior, durante uma operação crítica para a empresa – o que poderia causar perda de dados, tempo de trabalho e resultados (seja perder uma venda, deixar de fechar um negócio ou atrasar uma entrega).

Homologação de nova versão de aplicativo

O Pulsus facilita na homologação de novas versões de aplicativos. Vamos pensar em um aplicativo utilizado por uma equipe de motoristas de uma empresa de logística, por exemplo. Quando sai uma nova versão deste aplicativo, a equipe de TI ainda não tem certeza de como esta atualização irá se comportar nos dispositivos móveis corporativos que os motoristas utilizam diariamente.

Imaginando que no nosso exemplo a empresa tenha centenas de motoristas em atividade, seria importante para a equipe de TI homologar a nova versão do aplicativo apenas em uma parte dos dispositivos destes usuários. Gerenciando aplicativos com Pulsus, os técnicos podem determinar que o teste seja realizado apenas com uma amostra dos usuários, validando a nova versão antes de colocá-la em produção.

Depois de homologada esta nova versão do aplicativo, o gestor de TI pode atualizar todos os usuários que faltam ser integrados à nova versão ou, no caso da detecção de falhas, voltar para a versão estável para aquele grupo de teste que participou da homologação.

Essa proposta vale tanto para aplicativos novos que estão sendo testados pela empresa quanto para atualizações de aplicativos já existentes – lembrando que algumas destas atualizações podem trazer funcionalidades novas. O gerenciamento de aplicativos facilita todo o processo, desde a fase de homologação até o momento da distribuição do aplicativo ou de uma atualização deles.

Gestão massiva, rápida e eficiente

Utilizando a melhor tecnologia do mercado, o gerenciamento de aplicativos do Pulsus permite que você faça instalações, atualizações e desinstalações de aplicativos nos dispositivos móveis de sua empresa de forma massiva, rápida e eficiente.

Esqueça o trabalho manual de gerenciar dispositivo por dispositivo!

Com a tecnologia do Pulsus você até pode atuar de forma isolada para resolver algum problema pontual de um dispositivo específico, mas a maior parte do gerenciamento será feito de forma massiva e com ganho de escala.

O Pulsus torna fácil o gerenciamento de aplicativos e a identificação dos smartphones e tablets que estão (ou não) com os aplicativos importantes instalados e atualizados. Isso traz agilidade para a equipe de TI e para os colaboradores que dependem dos aparelhos funcionando em 100% de sua capacidade.

O gerenciamento com o Pulsus também permite que você identifique aplicativos desnecessários que foram instalados diretamente pelos usuários e facilita a resolução do problema. Os aplicativos que já vem instalados de fábrica não podem ser desinstalados, mas podem ser desabilitados pelo Pulsus caso o dispositivo suporte esta funcionalidade – o que economiza memória, processamento e o consumo de bateria do dispositivo.

 

Posts relacionados: